Qual o custo de implementar bioinsumos em sua fazenda?

Surgindo como opção para o manejo de pragas e doenças na lavoura e trazendo mais resultados também para a fertilidade, os bioinsumos, produtos de origem biológica (microbiana, vegetal ou animal) vem ganhando destaque. Mas será que a troca por produtos que você já usa faz a diferença? Confira neste artigo completo.


Cenário atual

Com conflitos como a Guerra na Ucrânia acontecendo e a Rússia sendo uma das principais exportadoras de insumos para o Brasil, a alta dos preços foi sentida no Brasil todo por diversos produtores, o que acaba impactando o bolso das fazendas e também do consumidor final, entrando em um ciclo perigoso.


O fertilizante é o item que mais deve contribuir para que a próxima safra de grãos seja a mais cara da história recente.

Estudos divulgados pela InfoMoney


Do aumento de custos de frete marítimo, há uma demanda mundial por adubos e a incerteza se as empresas conseguirão dar conta de todos os pedidos em tempo hábil.


Segundo entrevista para a revista InfoMoney, o aumento do preço do produto no último ano foi de 140%, seguido pelo dos defensivos (de 60% a 70%) e pelo das sementes (15% a 20%).

Anderson Bertoletti - Superintendente da Cocamar Cooperativa Agroindustrial


Redução no volume de fertilizantes entregues

No primeiro bimestre houve retração de 11% para todas as lavouras em relação a igual período de 2021.

Dados da Anda.

Incertezas Geopolíticas

O mercado foi provado diante de uma guerra que não há precedentes para que seja finalizada. Com a extensão de conflitos há uma maior incerteza, mesmo que os agricultores tenham conseguido antecipar suas compras por hora.


Produção de fertilizantes nacionais

O Brasil produz só 15% dos fertilizantes que consome.


Margem de lucro achatada

Diante de todos os cenários acima, o produtor ainda pode sair com uma margem menor em suas últimas safras


Cenário dos Bioinsumos

Com crescimento esperado de 300% a 400% sobre 2021, os bioinsumos vem apresentando um crescimento elevado. Produtores estão abraçando a nova tendência para se esquivar das altas dos preços.

O plano de investimento das fábricas de bioinsumos foi antecipado devido à grande procura.


“Nos últimos seis meses notamos a chegada de novos clientes”, comenta Alber Guedes, COI da SoluBio. "São grandes e médios produtores de grãos do Centro-Oeste que viram nos bioinsumos a oportunidade de reduzir custos e fazer parte desse novo modelo de agricultura sustentável."


O setor no Brasil movimentou este ano R$60 bilhões e segue em crescente.





Mas afinal de contas, quanto custa?

O valor dos bioinsumos vai depender de diversos fatores, por isso, não há como apontar uma média, já que o valor pode se alterar de acordo com o objetivo, o tipo de bioinsumo e a quantidade de hectares.


Considerando a produção OnFarm, que tem uma redução de custos ainda maior, se tem relatos, de acordo com registros da empresa SoluBio, de uma diferença de cerca de R$1.102.340,43 ao comparar a produção de bioinsumos com ativos químicos, uma economia de 79% registrada em uma cultura de batatas.


As culturas de alho já registraram 92% de economia, seguida por 57% de milho e 35% de soja. Valores expressivos na redução de custos com relação aos insumos químicos, por conta de diversos fatores como:

Sua aplicação não agride o solo e ainda auxilia na regeneração, sem o produtor precisar demandar de insumos extras para esta proteção.

  • São mais baratos que químicos

Pois são produzidos nacionalmente e até mesmo, para uma maior redução de custos ainda, pode se optar pela produção OnFarm (onde o insumo biológico é produzido dentro da própria fazenda)

  • Geram alimentos mais saudáveis

Com isso, o valor é percebido pelo consumidor final

  • Aumenta a presença de matéria orgânica e biológica no solo

Com isso há plantas e alimentos de melhor qualidade

  • Favorece a recuperação da microbiota

Gerando mais economia para o produtor, pois reduz a necessidade de aplicação de outros produtos que muitas vezes são mais caros

  • Maior produtividade

Com um solo bem trabalhado e protegido há o aumento da produtividade para a fazenda


Resultados expressivos

Além de contemplar todos os benefícios citados acima, a produção OnFarm é mais sustentável e econômica, já que a própria produção de insumos biológicos fica concentrada dentro da fazenda, eliminando custos com logística, embalagens e espera por materiais.


O produtor consegue adequar a produção aquilo que ele precisa e seus principais objetivos, utilizando bioinsumos sem desperdícios e de forma precisa.


A SoluBio atende mais de 2 milhões de hectares com o sistema OnFarm, provando que a sustentabilidade consegue andar de mãos dadas com uma alta produtividade e eficiência para o produtor agrícola.


135 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo