top of page

SoluBio adere aos Princípios de Empoderamento Feminino da ONU (WEPs)

Como um compromisso com os princípios de empoderamento feminino da ONU, a SoluBio reconhece suas práticas em ampliar ações para um setor com igualdade de oportunidades entre homens e mulheres.


Apoio a igualdade

Uma de nossas missões é cumprir todos nossos compromissos corporativos com responsabilidade e sustentabilidade, por isso, apoiar a igualdade junto com os princípios da WEPs é:


  • Ampliar nosso grupo de talentos;

  • Fomentar a competitividade de nossas empresas;

  • Modelar o comportamento de nossas empresas de forma a refletir a sociedade que queremos para nossos colaboradores, todas as cidadãs e cidadãos e nossas famílias;

  • Estimular condições econômicas e sociais que proporcionem oportunidades para mulheres e homens, meninas e menino;

  • Fomentar o desenvolvimento sustentável nos países em que atuamos.


Segundo Maurício Schneider, CEO da SoluBio, todo esse comprometimento acontece de dentro para fora, se estendendo até aos clientes da SoluBio.

"Nosso Manejo Biológico OnFarm® tem gerado oportunidades de trabalho qualificado no Agronegócio brasileiro, principalmente para mulheres. Acreditamos que a diversidade gera mais inovação e comprometimento, melhora o ambiente corporativo, o seu entorno e estabelece relações duradouras e felizes. Para nós, este é um tema material e queremos influenciar cada vez mais toda nossa cadeia."


O que são os WEPs - Princípios de Empoderamento Feminino da ONU

Os Princípios de Empoderamento das Mulheres (WEPs) são um conjunto de passos que oferecem orientação às empresas sobre como promover a igualdade de gênero e o empoderamento das mulheres no local de trabalho, no mercado e na comunidade.


Estabelecidos pelo Pacto Global da ONU e pela ONU Mulheres, os WEPs são formados por padrões internacionais de trabalho e direitos humanos e fundamentados no reconhecimento de que as empresas têm interesse e responsabilidade pela igualdade de gênero e pelo empoderamento das mulheres.


Os WEPs são o principal veículo para a entrega corporativa nas dimensões de igualdade de gênero da agenda de 2030 e dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas e agora a SoluBio também está comprometida com eles.


Ao ingressar na comunidade WEPs, o CEO da SoluBio sinaliza o compromisso com essa agenda nos níveis mais altos da empresa e em trabalhar de forma colaborativa em redes de várias partes interessadas para promover práticas de negócios que empoderam as mulheres. Isso inclui pagamento igual para trabalho de valor igual, práticas de cadeia de suprimentos sensíveis ao gênero e tolerância zero contra assédio sexual no local de trabalho.


"Nós parabenizamos a SoluBio por dar o primeiro passo em sua jornada WEPs.

Consideramos a SoluBio um parceiro-chave em fechar as lacunas de gênero no local de trabalho, mercado e comunidade e no avanço os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável."


PHUMZILE MLAMBO-NGCUKA

Diretora Executiva da ONU Mulheres


Princípios e mais oportunidades

Assim como os negócios produzidos e disseminados pela Agência das Nações Unidas Igualdade de Gênero e o Empoderamento das Mulheres (ONU Mulheres) e o Pacto Global das Nações Unidas, a SoluBio acolheu os princípios estabelecidos, dos quais ajudarão a empresa a aproveitar diversas oportunidades, empoderando as mulheres como um objetivo-chave que beneficia a todos.


Os Princípios apresentam sete passos que o setor empresarial e demais setores envolvidos podem dar para promover e empoderar mulheres, servindo como orientação para medidas que todos podemos tomar no ambiente, no mercado de trabalho e na comunidade.


Princípio 1 - Liderança corporativa de alto nível

A liderança corporativa é uma parte fundamental e integral para tornar a igualdade de gênero e o empoderamento das mulheres uma prioridade estratégica. Ele sinaliza publicamente os objetivos e metas do CEO e da equipe executiva para a implementação dos WEPs e como os sete Princípios se tornarão parte da estratégia de sustentabilidade corporativa, operações diárias e cultura organizacional.


Princípio 2 - Trate todas as mulheres e homens com justiça no trabalho, sem discriminação

Tratar todas as mulheres e homens de forma justa no trabalho está de acordo com os princípios internacionais de direitos humanos. Também se traduz em melhor aquisição de talentos, maior retenção e satisfação dos funcionários, maior produtividade e melhor tomada de decisões. A remoção de todas as formas de discriminação nas políticas, estratégias, cultura e práticas corporativas é um passo sólido na jornada de WEPs de uma empresa.


Princípio 3 - Saúde, bem-estar e segurança dos colaboradores

Os empregadores desempenham um papel fundamental na preservação e promoção da saúde física e emocional, segurança e bem-estar de suas funcionárias. O assédio sexual e a violência significam altos custos para as mulheres em termos de perda de rendimentos, perda de promoções e bem-estar geral. As empresas são impactadas na forma de absenteísmo de funcionários e perdas de produtividade.


Princípio 4 - Educação e formação para a igualdade de gênero

O treinamento para todos os funcionários sobre como a empresa está promovendo a igualdade de gênero e o empoderamento das mulheres pode alinhar todos em torno de valores compartilhados e ajudar a garantir a conformidade com as políticas e práticas da empresa. Programas eficazes para apoiar o avanço profissional das mulheres incluem educação e treinamento complementados por programas de networking e orientação.


Princípio 5 - Desenvolvimento empresarial, cadeia de suprimentos e práticas de marketing

Concepções negativas e diminuídas de mulheres e meninas são uma das maiores barreiras para a igualdade de gênero. A publicidade é um poderoso impulsionador para mudar as percepções e impactar as normas sociais – retratando mulheres e homens em papéis modernos, autênticos e multidimensionais. As empresas também podem influenciar os parceiros de negócios por meio de políticas de cadeia de suprimentos inclusivas e padrões de engajamento.


Princípio 6 - Iniciativas comunitárias e defesa

As empresas estão investindo cada vez mais em programas de desenvolvimento comunitário para fazer contribuições valiosas, eficazes e responsáveis para a igualdade de gênero e o empoderamento das mulheres.


Princípio 7 - Medição e relatório

Transparência e responsabilidade são necessárias para que as empresas mantenham seus compromissos com a igualdade de gênero no local de trabalho, no mercado e na comunidade. Mecanismos de medição e relatórios são cruciais para monitorar e acompanhar o desempenho e o progresso.


Um futuro com mais prosperidade e talentos

O tratamento igualitário a mulheres e homens não é apenas a coisa certa a fazer, é também o melhor a fazer para o negócio e para o mundo.

A plena participação das mulheres em nossa empresa e na comunidade é saudável

para a organização hoje e no futuro.


"As mulheres representam metade da população mundial, mas continuam sub-representadas na força de trabalho global. Não só uma afronta aos direitos humanos e à igualdade, mas as barreiras ao empoderamento das mulheres também prejudicaram a economia e o crescimento. É por isso que estamos chamando negócios líderes em todos os lugares para implementar os Princípios de Empoderamento das Mulheres e quero agradecê-los por se juntar à crescente comunidade de signatários de WEPs.

Precisamos que TODAS as empresas embarquem, porque a igualdade de gênero é mais do que uma responsabilidade moral. Igualdade significa mais negócios."


LISE KINGO, Pacto Global da ONU

Diretora-executiva


A SoluBio adotou os Princípios de Empoderamento das Mulheres das Nações Unidas (WEPs) como parte de seu compromisso em promover a igualdade de gênero e o empoderamento das mulheres no local de trabalho, mercado e comunidade.


E na empresa, os números estão crescendo cada vez mais, onde os percentuais das mulheres englobam:

  • 38,39% de mulheres na companhia

Somando ao todo, são 243 mulheres.

  • 25% de mulheres na alta liderança

Com a entrada da nova CHRO, hoje a SoluBio tem 25% de mulheres na alta liderança.

  • 28% de mulheres na média gestão

Contribuindo ativamente na rotina da SoluBio e de seus times

  • 51,19% de mulheres na produção industrial

Número que engloba também a presença feminina no controle de qualidade industrial.

  • 41,71% de mulheres atuando

A campo, atuando na área comercial e suporte OnFarm ao cliente.



A adesão foi assinada pelo CEO da SoluBio, comprometido em incentivar a igualdade entre homens e mulheres no setor.


57 visualizações0 comentário
bottom of page