top of page

Como fazer Manejo Biológico OnFarm?

O manejo biológico traz uma série de benefícios que passam por diversas esferas da produção envolvendo saúde, economia e preservação ambiental.

A própria Emprapa publicou um acompanhamento que mostra que seu uso pode gerar um aumento de até meia tonelada por hectare na produção do trigo e resultados tão relevantes quanto estes em outras culturas. Por isso, é importante entender quais os caminhos para fazer o manejo onfarm.

Por que fazer o manejo onfarm?

Aumentar a produtividade por hectare mantendo custos controlados é um dos principais desafios dos agricultores. No Brasil são usados cerca de 45 milhões de toneladas de fertilizantes e defensivos por ano, fazendo do nosso país o quarto maior consumidor. O problema é que 85% do nosso consumo vem de matérias-primas importadas.

Ao realizar o manejo onfarm, o produtor utiliza recursos locais, consideravelmente mais baratos e também alcança uma série de vantagens como:

· produção mais sustentável e alinhada aos novos comportamentos do consumidor;

· redução nos custos totais da produção;

· preservação e recuperação do solo;

· simplificação logística, com fabricação na própria fazenda;

· desenvolvimento do mercado local;

· maior previsibilidade de investimentos.

Quais os tipos mais comuns de manejo onfarm?

Existem diversos tipos de manejo biológico, entretanto dois deles se destacam no modelo onfarm pela sua efetividade: o clássico e o aplicado.

Manejo biológico clássico

Destaca-se pela utilização em culturas perenes ou semiperenes, como laranja e café. A solução é efetiva a longo prazo reproduzindo predadores naturais de pragas em ambiente controlado e liberando-os na plantação, formando, ao longo do tempo, um novo ecossistema.

Manejo biológico aplicado

Este sim é o modelo mais procurado pelos produtores. Nele existe uma reprodução em laboratório em larga escala de inimigos naturais que são liberados de forma massiva nas plantações, causando reduções drásticas e rápidas de pragas.



A produção onfarm

A produção onfarm é a maneira mais viável de ter acesso ao manejo biológico. De outra forma, a logística envolvendo cuidados especiais com os insumos e os organismos vivos, acabaria por os custos de entregas para diversas regiões.

O manejo onfarm é regulamentado pelo Decreto nº 6.913, de 2009, do Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), que determina que “ficam isentos de registro os produtos fitossanitários com uso aprovado para a agricultura orgânica produzidos exclusivamente para uso próprio”.

Leia também: As vantagens dos bioinsumos para sua fazenda

Como começar o manejo onfarm?

O manejo biológico onfarm, assim como bioinsumos são produzidos a partir de biofábricas instaladas nas propriedades, proporcionando ao produtor maior autonomia sobre a produção e mais facilidades com a logísticas.

Para iniciar para iniciar a produção, será necessário com um parceiro que forneça a estrutura inicial, com a instalação das biofábricas, do laboratório, os insumos e uma equipe qualificada para dar suporte ao projeto.

Além disso, o manejo biológico se enquadra no Programa Nacional de Bioinsumos lançado pelo Mapa - Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Este programa já conta com um aplicativo que traz informações produtos de origem biológica indicados para nutrição, controle de pragas e doenças de diversas culturas agrícolas, além de 3 linhas de crédito para incentivar a adoção dessas tecnologias dentro das propriedades rurais e pelas cooperativas.

Para saber mais detalhes, leia: Programa Nacional de Bioinsumos: o que você precisa saber

A implantação do manejo onfarm

Ao contar com um parceiro como a Solubio para o manejo onfarm, o produtor terá à disposição uma solução completa envolvendo tecnologia integrada com padrão industrial, todos os equipamentos, insumos, controle de qualidade, treinamento e assistência técnica.

Antes de começar a reprodução, será feita uma análise sobre o perfil da propriedade e da plantação, identificando quais as estratégias ideais considerando custos, tipo de organismos a serem utilizados e efetividade. Esse processo será feito a partir de do investimento em inteligência.

Investimento em pesquisa

É necessário fazer um acompanhamento constante em busca de padronização, da análise dos novos organismos aplicados ao ambiente, além de buscar alinhamento à práticas mais modernas do mercado.

Eficiência agronômica

A produção contará com profissionais capacitados para avaliar planos de manejo, interpretar resultados de performance e acompanhar o desenvolvimento da plantação com os defensivos naturais.

Qual o melhor parceiro ideal para um projeto manejo onfarm


A Solubio é uma empresa que destina milhões de reais ao investimento em pesquisa e desenvolvimento de produtos biológicos buscando oferecer produtos sob medida para otimizar a produção de cada propriedade.

A empresa conta com um conjunto de soluções integradas chamada de Solubio Experience, que envolve o fornecimento de todos os equipamentos, insumos, controle de qualidade, treinamentos e assistência técnica para a sua propriedade. Tudo com tecnologia integrada e alto padrão industrial.

Os resultados desse investimento são a redução de custos entre 40% e 70%, além da obtenção de produtos mais sustentáveis e aderentes ao mercado atual.

Entre em contato com a Solubio e converse com um especialista para entender como começar a produzir utilizando bioinsumos e controle biológico.

94 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page