top of page

Quanto sua fazenda precisa investir em bioinsumos?

Ao se atentar às inúmeras vantagens dos bioinsumos, agricultores de todo o Brasil estão avaliando planos para adoção destes insumos biológicos nas fazendas. Mas qual é o valor necessário para investir nesta nova jornada de produtividade sustentável?

O que são bioinsumos

Cada bioinsumo tem sua ação mas, em geral, podem atuar como promotores de crescimento vegetal, biodefensivos (em substituição aos agrotóxicos), condicionadores de solo, dentre outros, podendo substituir por completo os químicos e sintéticos, ou mesmo potencializar a ação destes com doses menores.


Investimento em bioinsumos: como funciona?

Segundo a InfoMoney, analistas especializados em Agronegócio informaram que o fertilizante é o item que mais deve contribuir para que a próxima safra de grãos seja a mais cara da história recente.

Com a ação de combater a alta de preços e evitar que esbarre no consumidor final, muitos agricultores brasileiros começaram a utilizar bioinsumos. Além da economia, foi percebida uma produtividade excelente, sem riscos para todo o meio da fazenda, seja solo, colaboradores e o produto.


Bioinsumos de prateleira e Produção OnFarm


A compra de bioinsumos prontos para uso (ou de prateleira) é sempre indicada para a fazenda que quer avaliar o produto, ou como um primeiro passo dentro do universo dos bioinsumos.

Porém, em um segundo passo, os custos da produção on farm podem se mostrar mais atrativos no litro final produzido, valendo adicionar que o bioinsumo onfarm, por estar “fresco”, tendo acabado sua multiplicação/fermentação, tende a possuir metabólitos primários e secundários (a depender da base microbiológica utilizada), que eventualmente estariam “adormecidos” pelos estabilizantes de um produto pronto de prateleira.

Recomenda-se, sempre, a consulta a um engenheiro agrônomo para se analisar todos os fatores entre produtos prontos de prateleira, e os bioinsumos produzidos on farm. Carlos Alberto Moresco, produtor rural que produz bioinsumos OnFarm, comenta:

"O que mais nos surpreende é que as coisas começam a ficar mais fáceis, o controle dos nematóides, a produtividade começa a voltar, nas manchas que você não produzia, começa a ver as plantas com sanidade de raiz e isso vem com o tempo, não é com a primeira aplicação do biológico que você vai ter um resultado igual o químico: é a continuidade, é a reinoculação no solo que vai fazer você colher bons frutos. Então, por isso que a gente produz no OnFarm, para ter um custo mais baixo."

Indicadas para produtores que buscam ainda mais independência, produtividade e sustentabilidade, a multiplicação OnFarm de bioinsumos é um investimento-chave para alcançar ainda mais lucratividade.

Fatores de Investimento

Não existem valores de bioinsumos tabelados para um investimento em uma biofábrica OnFarm, pois todo o cálculo depende de fatores como:


  • Quantidade de hectares a serem atendidos;

  • Tipos de insumos agrícolas utilizados (meio de cultura específico ou genérico, esterilização deste meio, inóculo sem estabilizantes ou outra formulação que, embora melhor para a multiplicação, pode ter shelf life/validade menor, etc);

  • Tamanho da biofábrica escolhida;

É por isso que a SoluBio oferece para você a oportunidade de conversar com um especialista. Clique aqui para solicitar um contato.

186 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page