Conheça a agricultura com bioinsumos e suas principais vantagens para os produtores

Atualizado: 8 de jun.

Vivemos um momento em que precisamos encontrar formas de superar desafios globais, como a necessidade do aumento na produção de alimentos e a busca por uma economia mais sustentável. No setor agropecuário, uma das soluções que melhor desenrola o cenário é a agricultura com bioinsumos.

Associando produtividade, baixo custo e equilíbrio ambiental, essa prática tem apresentando grandes resultados e colocando o Brasil como destaque mundial nessa tendência.




O que são bioinsumos?

São produtos feitos a partir de materiais naturais ricos em microrganismos que ajudam no cultivo agrícola, seja no desenvolvimento das plantas ou no controle de pragas.

Para que você consiga visualizar melhor a forma desses compostos, podemos exemplificar com um dos tipos de produção mais consagrados. Ele é feito a partir de compostagens misturadas a rochas sedimentares, serragem e esterco, enriquecida com um líquido rico em microrganismos.

Por sua natureza biológica, são biodegradáveis, têm baixa toxicidade e contam com um manejo mais seguro por parte dos colaboradores das fazendas.

Quais produções podem se beneficiar da agricultura com bioinsumos?

Engane-se quem pensa que os bioinsumos estão relacionados apenas com a agricultura orgânica. Eles também são grandes aliados da agricultura convencional.

Os mais diversos plantios podem se beneficiar e alguns destaques são feijão, milho, soja, hortaliças, cítricos e diversas outras frutas.

Inclusive, produtores brasileiros vêm apresentando ótimo índice de produtividade em suas plantações com uma importante redução de custos graças aos bioinsumos.



Por que investir na agricultura com bioinsumos?

De acordo com um levantamento da Spark Inteligência de Mercado, na safra 2020/2021, o mercado da agricultura com bioinsumos registrou R$ 1,7 bilhão em negócios no Brasil. Um aumento de 37% em relação a 2019/2020.

A tendência que já era de grande crescimento e com potencial de colocar o Brasil no topo do ranking mundial de produção de bioinsumos ganha ainda mais força com o momento do mercado.

Veja a seguir alguns dos fatores que impulsionam o investimento na agricultura com bioinusmos.

Maior autonomia com uma produção própria de biofertilizantes

Os bioinsumos podem ser produzidos a partir de biofábricas instaladas dentro das propriedades e utilizando alguns compostos da própria fazenda.

Dessa forma o produtor ganha maior autonomia sobre sua produção e ainda tem facilitadas diversas questões logísticas relativas a prazos e fretes.

Menor dependência de mercados internacionais

Atualmente, cerca de 70% do potássio utilizando na produção de fertilizantes químicos para a agricultura brasileira são importados, principalmente da Rússia.

O país já vem sofrendo fortes sanções internacionais que deverão perdurar mesmo após o conflito com a Ucrânia, impactando toda a produção agrícola mundial.

Enquanto isso, é possível praticar a agricultura com bioinsumos contando apenas com fornecedores locais, reduzindo custos e aumentando a previsibilidades de receitas e faturamentos.

Fortalecimento da economia local

A agricultura com bioinsumos fomenta e promove o desenvolvimento da economia local. Se utilizando de matérias-primas regionais, acaba gerando divisas, emprego, renda e impulsionado novas cadeias produtivas em todo o país.

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento consideraque os bioinsumos representam um novo paradigma para a agricultura brasileira e mundial. Tudo por proporcionarem alimentos produzidos de forma sustentável e com preços mais competitivos no mercado internacional.

Quais as principais vantagens da agricultura com bioinsumos?

Além do cenário favorável ao investimento em bioinsumos, ainda existem diversas práticas que o produtor sentirá a diferença de imediato. A seguir, listamos algumas delas.

Redução de custos

A produção centralizada na própria fazenda e independente de insumos internacionais proporciona uma drástica redução nos custos de produção.

A Solubio, umas das principais empresas brasileiras ligadas à agricultura com bioinsumos, estima uma economia mínima de 40%, podendo chegar até a 70%.

Agricultura mais sustentável

Trabalhar para conter as mudanças climáticas é prioridade da Embrapa para 2022, e o principal caminho indicado é a produção de bioinsumos.

Por serem compostos por elementos naturais, eles ajudam a evitar contaminação do solo e de cursos d’água, além promover a biodiversidade na região.

Maior segurança no manejo

A agricultura por bionsumos é benéfica não apenas para o meio ambiente, mas também para as pessoas envolvidas em sua produção. Isso porque, devido à baixa toxicidade, seu manejo é mais seguro e evita a contaminação.

Dessa forma, cria-se também uma rotina de trabalho mais segura e saudável.

Como produzir bioinsumos?

A produção de bioinsumos pode ser feita diretamente dentro da propriedade, a partir de biofábricas que multiplicarão os microrganismos responsável por beneficiar as culturas.

A Solubio desenvolve tecnologia integrada com padrão industrial e fornece todos os equipamentos, insumos, controle de qualidade, treinamentos e assistência técnica para seus clientes poderem produzir seu próprio bioinsumo na fazenda.

Quer implementar a agricultura com bioinsumos reduzindo custos em até 70%? Basta entrar em contato e agendar uma conversa.

1.454 visualizações0 comentário